pt PT en EN

Pedra do Ingá - Paraíba

As itacoatiaras (pedra gravada em Tupi) do Ingá de Bacamartes, são conhecidas no Brasil desde o final do século XVII.

O manuscrito anônimo “Diálogos das Grandezas do Brasil” nos dá notícia da descoberta, nos sertões da Paraíba, da famosa Pedra do Ingá, que passa então a ser menção obrigatória nos mapas da época. Inúmeros viajantes, cientistas, clérigos e aventureiros registraram estas inscrições em seus livros e mesmo em gravuras, como Jean Baptiste Debret. A questão da interpretação das inscrições é sempre polêmica. Houve quem percebesse nas escritas da Pedra do Ingá elementos da língua fenícia.