pt PT en EN

Diamantina Cubista +

Neste portfólio fotográfico em papel Ilford e viragens em selênio e cobre, Bernardo Magalhães compõe uma sequência de duplas / triplas exposições de imagens de detalhes arquitetônicos de Diamantina, registrados em filmes 35mm, com interferências e deslocamentos que criam vários níveis de uma leitura cubista.

As pontuações cromáticas são impressões tipográficas de antigos clichês de fotografia, sobre as cópias fotográficas que ele garimpou no arquivo do Pão de Santo Antônio e de particulares, produzindo assim um contraste estético entre o passado histórico e a contemporaneidade da arte da fotografia.