pt PT en EN

A curadoria de acervos e a pesquisa de técnicas fotógraficas são uma constante no percurso de Bernardo que sempre manteve um olhar acurado sobre registros de fotógrafos brasileiros.

ANOS 10/20 - DIAMANTINA / BRASIL

RAÍZES NO MUNDO

Além da produção autoral, Bernardo Magalhães sempre manteve um olhar acurado sobre registros de fotógrafos brasileiros, num empenho sistemático em pesquisar, catalogar e editar essas imagens. Nessa trilha, o pesquisador promoveu o resgate de três filmes gravados em 16 mm, em preto&branco, entre os anos 1950/1960, do acervo de Manoel Roque, colecionador de Diamantina.

Outros acervos sob sua guarda e cuidado são as coleções de Manuel Tavares, seu tio, Octávio Penna, Geraldo Miranda e Christian Spangler.

Com raízes na Europa produz uma série de Pin-Hole cor, capturados no formato 4x5”, em homenagem a Claude Monet. E de sua fascinação por Paris produz uma série sobre a cidade.

Principais ensaios do período: Pin Hole / Diamantina Cubista +/ Fotogramas /  Ficções / Europa Imaginária / Sensível / Pin-Hole Paris 

 

 

Linha do Tempo

Linha do tempo da evolução de Bernardo Magalhães - Nem de Tal da Década de 70 até os dias atuais.